sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

"Os líderes comunistas são socialistas apenas na língua solta. Jamais no bolso."

Esta imprensa não toma jeito

Por favor, senhores jornalistas!  Deixem de denunciar as maracutaias de governistas  para que eles possam  nos roubar em paz. Onde é que já se viu? Como irão construir um belo patrimônio para seus descendentes com essa imprensa que investiga tudo e não esconde nada?

“Muitos homens passam por sábios graças à ignorância dos outros.” (Autor desconhecido)

“Se conhecimento pode trazer problemas, não é sendo ignorante que poderemos solucioná-los.” (Issac Assimov)

“O conselho é muito mal recebido pelos que dele mais necessitam, os ignorantes.” (Leonardo da Vinci)

"A ignorância é o único mal."(Sócrates)

"Não tenho nenhuma dúvida de que a ignorância também é uma catástrofe."

"Não rezo,tampouco lanho meus joelhos. Procuro fazer o bem."

"Como acreditar no diabo depois de conhecer os homens?"

Shlock, o mentor dos maconheiros da USP

"A sabedoria neste moço era um dom hereditário. Seu avô materno,o naturalista Shlock, escreveu um famoso tratado em oito volumes sobre a Expressão Fisionômica dos Lagartos, que assombrou a Alemanha."
Eça de Queiroz- A Relíquia

O salame do padre

Meu pai fabricava salame no interior de Santa Catarina, entre 1960 e 1980. E como era muito devoto, fazia também um salame especial para dar ao padre da paróquia. E ninguém comia desse salame, nem minha mãe. Dizia ele: 'É proibido, é pecado. O salame é o meu presente ao representante de Deus na terra.' E assim foi que só experimentei o salame do padre bem mais tarde, mas não o fabricado pelo meu pai."(Josefina Prestes)

Fetiche

"Deve ter sido por ter estudado tando em colégio de padres,que sempre tive o fetiche de transar com uma freira." ( Mario Prata)

A rapadura de Jânio

Transcorria o dia 16 de junho de 1961 quando o presidente Jânio Quadros recebeu o prefeito de Sobral (CE), Padre Palhano, que lhe levou dois presentes típicos: uma garrafa de cachaça e um pedaço de rapadura. Após a audiência, seu secretário particular, José Aparecido, insinuou que adoraria ficar com os presentes. Jânio fez mais um de seus trocadilhos:
- Tome a cachaça, José. A rapadura, porém, eu não entrego.
Só a entregaria 70 dias depois, ao renunciar à presidência da República.
CH

Seguidores

Arquivo do blog