sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

"A maior alegria de um urubu não é comer carniça, mas poder voar bem alto e ficar distante dos homens."

"Quem disse que pássaros presos gorjeiam de alegria?"

"Que me amem em vida. Após eu estar morto podem odiar-me e até cuspir no caixão."

"Por que na hora do bem bom não chamam o contribuinte? A gente 'só vira o zóio' pagando impostos absurdos."

"Não sou convidado pra comer ninguém, mas tenho que sustentar filho de gente sem responsabilidade."

"Amigo, bote que o governo sustentará o filhote."

"Penetre sem medo que o governo garante."

"O país das bolsas-sociais ataca os efeitos sem cuidar das causas."

Miniconto- Breve Relatório do Comandante Nervo


NAVE ESPACIAL EXPLORATÓRIA URSA MAIOR
ANO 2050-262º DIA
Relatório nº 5556
Comandante: Nervo A.F. da Pele

Realizamos ontem contato com o povo PET ISTAS, que domina o Planeta P. Seu líder máximo é o Rei Molusco, conhecido por aqui como “O Grande Leitor.” Tal como  em nosso planeta o povo daqui mora em edifícios, casas e barracos. Gostam de propinas e boquinhas em órgãos do governo e quando descobertos não ficam nem um pouco constrangidos. São especialistas em caluniar adversários políticos sem provas, e fazem todo tipo de maracutaias, confiando na lentidão da justiça para que os processos  contra eles caduquem. Fisionomicamente são parecidos conosco, salvo pequenas diferenças. Observei que eles possuem o pescoço duro e não conseguem jamais incliná-lo para enxergar o próprio rabo. Também possuem uma língua comprida, passando de meio metro. Para poder dominar por muitos anos o planeta P, o povo PET ISTAS fez acordo com um monstro hibrido chamado de PMDB, bicho horrível de muitas cabeças, sendo a mais nociva a horrenda cabeça chamada de “Marimbondo de Fogo.”


A cadeia te espera

O terrorista e marqueteiro Cesare Battisti disse que está “pronto para responder” pelos seus atos”. Pediu reconciliação ao presidente Giorgio Napolitano, “stalinista irredutível dos anos 1970”, e novo julgamento. O governo italiano respondeu que ele deve voltar para “cumprir a pena”.
CH

Decoro

No Carnaval do Rio, em 1994, criaram um factóide para fazer o então presidente Itamar Franco passar por “garanhão”: a modelo Lílian Ramos posou ao lado dele sem calcinha. As fotos causaram espanto. Em Montes Claros (MG), o vereador Benedito Said (PTB) criticou a atitude do presidente maluquete, mas foi repreendido pelo presidente da sessão, que considerou “falta de decoro” citar a palavra “calcinha” naquela sacrossanta casa. Retomando a palavra, o vereador Said ironizou:
- Então, sr. presidente, retiremos as calcinhas e fiquemos com o decoro!

Maluf: 'Aguinaldo enriquecerá a pasta'

Se for só a pasta...

Seguidores

Arquivo do blog