sexta-feira, 2 de março de 2012

"A oposição me enoja. E a situação me enoja muito mais."

Conversa de doida

“A presidente fez um profundo reconhecimento pelo trabalho que o ministro Luiz Sérgio desenvolveu, mas também da importância de poder contar no governo, no ministério, com a representação do PRB, um partido pelo qual todos nós temos o maior respeito pela sua atuação e principalmente pelo respeito que todos nós temos, até uma forma de homenagear o nosso ex-vice presidente José Alencar. Toda a discussão da presidenta foi no sentido de integrar um partido que, durante todo o período do presidente Lula e agora, durante todo o governo da presidenta Dilma, sempre foi um partido extremamente aliado, firme, e atuante nas ações do governo. É a incorporação efetiva de um precioso aliado de muito tempo do nosso projeto”.

Ideli Salvatti, um berreiro à procura de uma ideia acampado no Ministério de Relações Institucionais, sobre a troca de Luiz Sérgio por Marcelo Crivella no Ministério da Pesca, desandando na discurseira em dilmês primitivo para não confessar que Dilma Rousseff acabou de introduzir no primeiro escalão a cota dos evangélicos.
SG

"Quem anda de quatro acaba um dia lambendo o chão."

Aula de geografia


"O Kassab deixou claro que São Paulo é São Paulo e Brasil é Brasil".

Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência e caixa-preta do PT, explicando que aprendeu com Gilberto Kassab que São Paulo não é Brasil e Brasil não é São Paulo.
SG

As voltas que o mundo dá para Tarso, o Genro

Veja como o mundo dá voltas. Em 2005, o então ministro da Educação Tarso Genro definiu como “decisão revolucionária” do governo a criação do Fundeb. O mesmo Tarso Genro, versão 2012, já avisou que o seu governo não irá pagar o reajuste de 22% no piso nacional dos professores gaúchos (calculado com base no Fundeb). Diz um deputado gaúcho:
– O Tarso Genro adotou uma decisão nada revolucionária para os professores gaúchos.
Por Lauro Jardim

"Seja você um ateu solidário: escolha uma igreja, pague o dízimo e sustente um mentiroso."

Luiz Sergio está revoltado

O clima na Secretaria de Pesca está de tainha não conhecer robalo. O mosca-morta Luiz Sérgio estava em férias e soube de sua demissão por telefone. Não escondeu a revolta diante de funcionários graduados.
CH

Dilma visita Lula às escondidas em São Bernardo do Campo

Essa gente que sempre tem algo pra esconder é que me dá medo. Foi sem maquiagem?

Seguidores

Arquivo do blog