domingo, 13 de maio de 2012

Previsões


É melhor ler a previsão do tempo antes de rezar por chuva.
— Mark Twain

Crença

Se deus queria que as pessoas acreditassem nele, por que então ele inventou a lógica?
— David Feherty

Controle

O desejo de salvar a humanidade é quase sempre um disfarce para o desejo de controlá-la.
— H. L. Mencken

Morte

Não tenho medo da morte. Estive morto por bilhões e bilhões de anos antes de meu nascimento, e isso nunca me causou qualquer inconveniência.
— Mark Twain

“Para mim só existe uma religião: a caridade desinteressada.” (Mim)

“Deus deve ter perdido seu mapa-múndi.” (Mim)

“Se eu visse Deus pelas ruas com certeza não iria reconhecê-lo.” (Mim)

“Deus criou o mundo e depois se aposentou?” (Mim)

O Boffa

"O Leonardo Boffa é dado a abraçar e falar com as plantas. Eu adoro a natureza, mas esse tipo de coisa é pra gente maluca e inútil."(Mim)

Quando é melhor calar

"Por dois motivos não falo sobre aquecimento global: Primeiro, para não dizer bobagens por falta de conhecimento. Segundo, querer elaborar teorias desvairadas, por falta de conhecimento." (Janer Cristaldo)

Miniconto- O OBSERVADOR

Final de tarde, horário de verão. Estou aqui na varanda observando o movimento da rua. Temperatura boa de 25 graus. Como estou num lugar alto, consigo ver os pedestres se digladiando por espaço na viela estreita. Seu Antonio, do Armazém Ramires, está na porta conversando com uma freguesa magrela, de nariz adunco, cheia de gestos e requebros. Pelo que posso ouvir está falando das intromissões da sogra no seu casamento. Um ciclista distraído se enrosca num carinho de picolé, para desespero do vendedor que esbraveja contra ele. O carinho tomba lateralmente, mas os picolés não caem. Dona Zuleica está na janela controlando Paulo, o marido galinha que bate papo com os colegas no ponto de táxi da esquina. Dona Eufrásia, costureira da rua, abre o portão para que entre Eunira, mocinha que está nos preparativos do enxoval de casamento. Os moleques Tico e Fubá muito entretidos jogando bolitas num cantinho de terra que separa os jardins de Milena, mãe de Fubá. Como é período de férias, inúmeras crianças e adolescentes gastam os chinelos pelas calçadas. Amador, o chaveiro, sentado detrás de uma mesinha desgastada assinala cartões da Megasena e sonha acordado em ficar milionário. Assim já comprou inúmeras fazendas e automóveis de luxo. Dona Cleci abre uma fresta na janela e observa as moças da vizinhança, sendo que o seu forte é a maledicência. Um branquelo careca e armado passa correndo, sendo perseguido por dois chineses que também trazem armas nas mãos. Que posso fazer?Sou apenas um canário, observando o movimento da rua aqui do meu mundinho fechado.

“Lula lá, e eu cá, bem distante.”

“Governo austero? Mas fácil é chover canivetes.”

“Tudo é possível para aquele que crê e tem muita grana.”

Sigilo põe até filhas na lista da sucessão de Chávez na Venezuela

 A pergunta que fica em relação ao futuro é: Será a fanfarronice hereditária?

Traficante matemático foi morto no Rio

Este não faz mais contas. Nem pra mais, nem pra menos.

Rigor conventual

Era um almoço oferecido a empresários de outros Estados, no Palácio das Princesas, pelo então governador Roberto Magalhães. Durante a sobremesa, um dos convidados elogiou a fruta servida.
- É um fruto divino! – brincou Sileno Ribeiro, poderoso secretário do Gabinete Civil de Magalhães. Brincou com fogo. D. Jane, a influente primeira-dama, católica fervorosa, achou que o secretário cometera uma blasfêmia. E exigiu sua demissão. Foi atendida.
CH

Diacho de sonho!


Ao sabor do vento


Seguidores

Arquivo do blog