quinta-feira, 14 de junho de 2012

História secreta da Eco 92

A abertura da Rio+20 sem os principais líderes mundiais lembrou o esforço do Brasil para o êxito da Eco-92. Na ocasião, o americano George Bush não confirmava sua presença, e com ela provocar outras vindas importantes. O oceanógrafo francês Jacques Cousteau, que se fizera amigo do então presidente Fernando Collor, advertiu:
- Fernando, olha, se o Bush não vier, isso aqui vai ser um desastre...
- Mas ele tem de vir, comandante...
- Vamos lá, você e eu? – propôs Cousteau. Collor avisou o Itamaraty que viajaria a Washington e iria direto do aeroporto à Casa Branca. Ficariam plantados em pé, ele e Cousteau, até serem recebidos pelo presidente dos Estados Unidos.
- O sr. me dá 24 horas? – pediu o chanceler Celso Lafer. No dia seguinte, o presidente americano confirmaria sua presença.
CH

CPI: mulher de Carlinhos Cachoeira também é convocada para depor

Será que irão malhar a lindona?

“Poupo água, poupo energia, não desperdiço alimentos, reciclo o lixo e não faço mais filhos. Aí está minha contribuição ao planeta.” (Mim)

“Campanha do Agasalho não basta. É preciso agasalhar o biscoito. Para cada pobre um lote de mil camisinhas e junto um manual de instruções.”(Mim)

“Só a camisinha salva o planeta.”(Mim)

Miniconto- Padeiro em Fúria


PADEIRO EM FÚRIA
Levei um chute da namorada, o aluguel está atrasado, meu nome está no Serasa, estou com dor de dente. Ando muito irritado porque este trabalho de padeiro está acabando comigo; calor, calor, calor. Não estou feliz com nada. Parece que vou explodir, uma coisa de louco. Jogo os pães para cima e saio caminhando transtornado e sem rumo pelas ruas da cidade. Uma hora depois,não sei bem como, cá me encontro: sentado numa grande pedra no alto da montanha, donde posso ver lá embaixo o rio marrom que serpentei por entre o verde da vegetação. Ainda não são três horas da tarde e alguns mosquitos já picam meu rosto que está descoberto. Dou alguns berros para o mundo, mas pelo jeito ninguém me ouve, e então volto a ficar calado. A minha vida está uma desgraça e já não sei para que lado vou ou mesmo se irei para algum lado. Remexo em meus bolsos e encontro uma moeda de um real. Jogo ela para cima e acabo acertando em cheio um pombo correio que desaba sobre meus pés. Pego o pombo em minhas mães e vejo que ele carrega uma pequena bolsa de couro. Verifico o conteúdo e me deparo com uma centena de pequenos diamantes. Será que minha sorte mudou?Minha empolgação dura pouco: aparecem dois sujeitos rápidos surgidos não sei de onde e levam os meus diamantes. Apanho um pedaço de pau e corro atrás deles. Acabo tropeçando, caio e fico todo machucado. Após uma hora deitado de cara no chão eu acordo. Depois de tudo isso acontecer parece que volto a pensar com clareza e decido retornar para o meu emprego na padaria... Se ele ainda estiver lá.

“Sei porque faltam presídios em nosso pais. É pelo receio de alguns políticos em ter um dia que morar na obra pela qual buscaram verbas."

“Não ando com gente feia. Para assustar os outros já sou o suficiente.” (Climério)

“Quando os médicos diferem, o paciente gasta o dobro para morrer.” (Pafúncio)

“Saber o que é correto e não o fazer tem uma explicação: a comissão do empreiteiro é boa demais. ”(Pafúncio)

“Aprende a viver como deves, e saberás como é demorado pagar o financiamento da casa própria.” (Pafúncio)

“Transportai um punhado de terra todos os dias e espere a prefeitura te multar.” (Pafúncio)

"Os chineses tiveram Confúcio, nos temos o Pafúncio."

“Já estive em más companhias, mas jamais como estão meus amigos.” (Climério)

Venezuela exibe avião tripulado

Os venezuelanos vivem no primeiro mundo. Que inveja!

Seguidores

Arquivo do blog