sábado, 7 de julho de 2012

“Quem anda muito com os padres acaba conhecendo não só o corpo de Cristo...”(Josefina)

O Brasil no contragolpe

O imperador da Etiópia, Hailê Selassiê, foi deposto pelo próprio filho quando fazia uma visita oficial ao Brasil, a convite do presidente Juscelino Kubitscheck, liderando uma comitiva que era uma pequena multidão. Em conversa com JK, o imperador pediu dinheiro para voltar, dar um corretivo no filho e retomar o poder. JK ordenou que o ministro da Fazenda, Horácio Lafer, desse dinheiro a Selassiê antes de o Congresso aprovar o empréstimo. Lafer advertiu: “Os parlamentares não vão aprovar isso”. JK respondeu: - Vão aprovar, Lafer. Basta mostrar essa comitiva toda e lembrar que pode ficar por aqui, asilada. Selassiê retomou o poder e se manteve nele por mais quinze anos.
CH

“Estou aborrecida. Faz um mês que o meu marivelho não brinca com minha aranha.” (Eulália)

“Pessoas que andam sem rumo é porque perderam o mapa da vida.” (Filosofeno)

“Valentia muita acaba homenageada em jazigo.” (Filosofeno)

“Se você matar uma pessoa será considerado um assassino. Mas se você matar milhões como Stálin e Mao fizeram, será considerado um grande líder comunista.” (Mim)

“No ano passado fui um dos piores alunos do colégio. Meu pai me deu bronca e fez até tratamento psiquiátrico para poder ver minhas notas.” (Climério Junior)

“Carlinhos Cachoeira, o D. Vito Corleone do cerrado.”

“Quando partir quero ter o meu patrimônio numa caixa de sapatos, mas para carregar o meu conhecimento que sejam necessários muitos caminhões.” (Filosofeno, o filósofo que dorme no capim)

“Não importa cair, importa é cair no macio.” (Filosofeno, o filósofo que dorme no capim)

“Do céu só espero chuva e cocô de passarinho.”(Climério)

Membros do partido de Chávez distribuem folhetos das Farc

Sempre haverá tolos no mundo para seguir as ordens de malucos megalomaníacos.Enquanto estiverem distribuindo folhetos tudo bem, o perigo é tê-los  com armas nas mãos.

Rede TV! quer cortar pela metade salário de Hebe Camargo

Aí ela não será mais Hebe Camargo, mas sim Hebe Amargo. Cortar o salário da vovó é crueldade.

Seguidores

Arquivo do blog