sexta-feira, 13 de julho de 2012

Miniconto- O defunto sumiu


O DEFUNTO SUMIU
Há anos Herneus anos era proprietário de funerária, na verdade herança do pai. Ele também era responsável por embelezar os mortos. Maquiava os corpos com estilo, deixando o morto com aparência de quase vivo; sem dúvida um artista dos cadáveres. Mas há acontecimentos inusitados mesmo para quem lida com gente que não berra. Estava ele na sala de ajustes maquiando um velho defunto que acabara de chegar, quando foi chamado ao telefone na outra sala. Quanto voltou minutos depois para dar continuidade ao trabalho, o defunto havia sumido. Entrou em contato com a família do dito para informá-los do ocorrido e chamou a polícia. Uma confusão sem tamanho, ninguém conseguia explicar o sumiço do corpo. A família, em vez de se preocupar com o morto fujão, falava em processar o dono da funerária por negligência. Mas quem iria roubar um defunto, ou, como um morto poderia fugir?Correndo? Voando?
Horas depois tudo foi esclarecido: o hospital da cidade informava à polícia que cometera um engano: o defunto verdadeiro ainda estava no hospital aguardando para ser retirado. O que eles haviam mandado era um pobre homem anestesiado que aguardava por cirurgia. Que por sinal fora visto correndo pelo interior do município.

“Posto morto, vou pelado.” (Climério)

"Vá com calma, o mundo não vai acabar. Moderação é a palavra."(Mim)

"Sexta-feira: Beba pouco ou nada, e beije muito."(Eulália)

“Quem pensa, fica angustiado: todos se locupletam... menos o povo.” (Climério)

"Comunista macho mesmo não pensa duas vezes: faz as malas e vai morar em Cuba."(Mim)

Doença de Lula é contagiosa

A doença de Lula ficou encubada em Dilma por quase dois anos. Mas agora os sintomas apareceram. Os primeiros sinais são na fala: Nunca na história deste país...

"Demóstenes Torres seria um tremendo presidente...da CBF!"(Climério)

MANCHETE: Bichos em baixa; Pato e Ganso começam na reserva na seleção olímpica

MANCHETE: Haddad diz que manterá casamento com Maluf, com ou sem bolo de chocolate

Do fundo do baú- Terça-feira, Novembro 14, 2006

Janer Cristaldo
FALTA DE RESPEITO

Ano passado, peguei um trem de Bruxelas a Paris. Ao descer na Gare du Nord, um funcionário distríbua algo a todos os passageiros que desciam. Curioso perguntei o que era. "O trem atrasou 20 minutos. É o formulário para receber sua indenização".

Contemplo o caos atual nos aeroportos do Brasil, passageiros dormindo no chão ou em bancos, atrasos de mais de dez horas, autoridades insistindo em que nada está acontecendo. O curioso é que ninguém parece saber qual seja a raiz do problema. (Uma dica: a ANAC está infestada de petistas). Mas o que mais me choca é ler a recomendação das tais autoridades: que o passageiro que sentir lesado recorra à Justiça ou à defesa do consumidor.

É quando me lembro do trem de Bruxelas. Nada de recorrer à Justiça, nada de defesa do consumidor. A própria empresa se apressava em distribuir um formulário para ressarcir o cliente, sem maiores burocracias.

Perca as esperanças quem acha que este país tem solução.

MANCHETE: Encontrada em Bento Gonçalves RS ossada humana junto a uma perna de salame petrificada. Estudo estão sendo realizados para datar os fósseis

Pior não precisa: Depois de Romário, PEN vai atrás de Jaqueline Roriz

Novidade: TCU identifica superfaturamento em obras do Dnit no Amazonas

ARACAJU- Escorpião pica mulher em maternidade

Do jeito que vai, sem demora uma jiboia entra num hospital e come um paciente.

Analfabetos funcionais

Os parlamentares sobrecarregam os redatores particulares ou do próprio Congresso para elaborar discursos. O Instituto de Pesquisa e Assessoria dos Congressistas, no final dos anos 80, de tão assoberbado, trocou os textos dos deputados Jerônimo Santana (RO) e Minoro Massuda (SP). O deputado paulista foi o primeiro a usar a tribuna, em tom dramático: - Senhor Presidente, o problema de conflito de terras em Rondônia... Interrompeu ao perceber o engano e jogou a toalha: - Pô, presidente, eu não sou de Rondônia... E foi embora, praguejando.
CH

Para Dilma Rouseff, 'grandeza da nação não é medida pelo PIB'

Mas tampouco pelo tamanho das nádegas do mais alto mandatário e sua famosa dupla de neurônios.

“Já que todos precisam carregar a sua cruz, mandei fazer a minha de alumínio.” (Climério)

“Não prometa casamento antes de ver a noiva estando você sóbrio e num ambiente de muita luz.” (Filosofeno)

“Às vezes contar até cem não basta. Para certas decisões é bom ir até cem mil.” (Filosofeno)

“Quer um conselho? Não faça promessas enquanto estiver bebendo.” (Mim)

“Vinda a mim as mulheres feias que serão consoladas. E as belas também.” (Climério)

“Nada como uma porção de torresmo para dar sentido à vida.” (Climério)

“Meu estômago, minha vida.” (Mim)

“A leitura e o conhecimento são anteriores ao diploma.” (Filosofeno)

“Só o conhecimento salva.” (Filosofeno)

Marina Silva declara não ter candidato para disputa em São Paulo

Mas apoiará com certeza uma candidatura que apoie a troca pelo verde em lugares hoje marrons. Quer dizer, vai ficar mesmo é em cima dos tijolos.

Tempo

Mick Jagger, Sarney, Fidel e Hebe Camargo, somando as idades teremos mais de mil anos.

PF realiza maior apreensão de dinheiro falso do país

Quando prenderão os falsos governantes?

Seguidores

Arquivo do blog