domingo, 22 de julho de 2012

Artes do serpentário

O falecido embaixador Antônio Correia do Lago, competente e discreto, jamais usou o sogro Oswaldo Aranha para subir na carreira. Mas outro genro diplomata de Aranha, Sérgio Correia da Costa, fez o sogro pedir sua promoção ao presidente JK, naquele final dos anos 50.
- Me traz o ato do genro do Oswaldo Aranha – ordenou Juscelino Kubitscheck ao diplomata Antônio Azeredo da Silveira, seu assessor.
- Qual deles? – perguntou Silveirinha, matreiro.
- Ora, o Correia – respondeu JK, sem saber que ambos tinham Correia no sobrenome, nem que seu assessor detestava Sérgio, o real beneficiário. Assim, Antônio acabou promovido – pelas artes e manhas de Silveirinha.
CH

“Cachorro que come ovelha, come cabra também.” (Pafúncio)

CIÊNCIA- Pesquisadores confirmam a existência de São Jorge. Foi encontrada numa cratera na lua uma tonelada de esterco do cavalo do santo.

“Não empresto minha mulher pra dançar com ninguém. Não tenho locadora de mulher.” (Limão)

“Cachorro de açougueiro não se contenta com osso.” (Pafúncio)

“Em casa de banguela não há mordida na bunda.” (Pafúncio)

Kassab tem pior nota entre prefeitos das 6 maiores capitais

Cidade grande, prefeito pequeno.

“Gabolices demais, cultura de menos.” (Limão)

“Não seja uma ponte de um pilar só, que ao perdê-lo, desaba.” (Mim)

“Só tenho uma virtude: sou um sujeito ciente dos meus incontáveis defeitos.” (Mim)

“Se ninguém na sua família está doente e você tem um trabalho que ama, que felicidade!” (Mim)

Marcos Valério volta a chantagear Lula e o PT

Eles não se merecem? Eu penso que sim.

Seguidores

Arquivo do blog