sábado, 18 de agosto de 2012

DA HORA- Presidente diz que Equador não se ajoelhará ao governo inglês por estar com os meniscos arrebentados

GOZETA DE NOTÍCIAS- Touros da Festa de Barretos aderem ao chifre cor de rosa

GOZETA DE NOTÍCIAS- Dilma se prepara para entrar em greve

GOZETA DE NOTÍCIAS- O preço do milho subiu tanto que está sendo mais barato tratar frangos a pão-de-ló

GOZETA DE NOTÍCIAS- Vidente boliviano vê vitória de Levy Fidelix em SP

GOZETA DE NOTÍCIAS- Air France pede para passageiros pagarem combustível e trazerem o lanche de casa, além da garrafinha d’água

Collor paga fotos pessoais com dinheiro público

Nada como melhorar a imagem com o nosso dinheiro.

“O angelical pastor R.R. Soares é tão manso que pede dinheiro aos fiéis como quem pede um copo d’água.” (Limão)

GOZETA DE NOTÍCIAS- Padre Marcelo se prepara para fazer dupla com Michel Teló. Primeira música da nova dupla será “Ai se eu te pego dando grana pro Edir Macedo”

GOZETA DE NOTÍCIAS- Filme de terror “O MENSALÃO INVISÍVEL” é campeão de bilheteria no Brasil

“Qualquer noivo que venha a conhecer a mulher do Climério começa a repensar o casamento.” (Limão)

GOZETA DE NOTÍCIAS- Para deixar o povo mais culto, o governo pede mais novelas e debates esportivos em horário nobre

"Os urubus voam alto para escapar do cheiro dos homens.” (Climério)

“Onde a prostituição for proibida, que se libere o adultério para homens e mulheres mal-amadas.” (Climério)

GOZETA DE NOTÍCIAS- Em São Paulo, o candidato Levy Fidelix diz não acreditar nas pesquisas e para ser eleito pensa em pedir ajuda para Saci-Pererê

GOZETA DE NOTÍCIAS- Rússia- A condenação da banda Pussy Riot mostra que Putin saiu da KGB mas a KGB não saiu de Putin

GOZETA DE NOTÍCIAS- Pão fatiado não é aceito na hora do lanche no STF

GOZETA DE NOTÍCIAS- Galvão Bueno fará palestras sobre o tema “O Valor da Humildade”

GOZETA DE NOTÍCIAS- Suécia dará bolsa de estudo para Luiz Inácio se alfabetizar

GOZETA DE NOTÍCIAS- Motorista pego dirigindo falando ao celular ficará proibido de fazer ligações por um ano e ainda levará sete tapas na raiz do ouvido

Coreia do Norte pode aumentar arsenal nuclear, diz estudo

E teremos então mais alguns milhares de olhos puxados passando fome.

Com mega patrimônio, ex de Cachoeira leva um verdadeiro 'vidão'

Podemos bem dizer que é uma vida totalmente oposta de uma pobre “caça-níqueis?”.

Tancredo e a pneumonia

A Câmara dos Deputados discutia em 1974 a cassação de Francisco Pinto (MDB-BA), por suas críticas ao ditador Augusto Pinochet. Ernesto Geisel mandou o caso ao Supremo Tribunal Federal, que condenou Chico Pinto e a mesa da Câmara o cassou, num episódio vergonhoso. Tancredo Neves ouviu um deputado da Arena argumentar que não foi o AI-5, mas o STF que o cassou. Tancredo contou numa história ocorrida em sua São João Del Rey:
- Morreu o vizinho de um compadre meu. Um homem bom, trabalhador, honrado. Morreu de pneumonia, coitado. De madrugada, um parente dele chegou de viagem e perguntou à viúva: “Ele morreu de pneumonia simples ou dupla, Mariazinha?” “Simples”, respondeu ela, chorando. E ele: “Ah! Ainda bem!”.
CH

Celso Arnaldo interna Dilma em estado grave


AUGUSTO NUNES
Capturada por Celso Arnaldo durante uma discurseira em Alagoas, Dilma Rousseff alarmou o médico de plantão que a recepcionou no Sanatório Geral. “É grave o estado do neurônio solitário”, resumiu o doutor no bilhete que recomendou a internação da paciente neste espaço, em regime de urgência urgentíssima. Confiram o palavrório que justificou a captura:
“Esse caminho, que é responsável pela construção de um grande mercado interno, e um grande mercado interno que é um grande demandador de produtos plásticos, porque o PIB pode ser lido também pela importância que tem a indústria de plásticos na medida em que ela está em vários segmentos industriais e também que ela faz parte dos bens de consumo duráveis, semiduráveis que a população, quando a renda aumenta, demanda”.
Junto com Dilma, Celso Arnaldo entregou aos enfermeiros, num envelope com a inscrição DILMÊS PLASTIFICADO, o seguinte diagnóstico:
De 1:44 a 2:21, 37 segundos, uma frase, 70 palavras, sentido nenhum. É Dilma Rousseff, na inauguração de uma fábrica de tubos de PVC em Alagoas, confirmando de modo radical que, quando faz um discurso, a lógica e a sintaxe invariavelmente entram pelo cano.

Seguidores

Arquivo do blog