domingo, 26 de agosto de 2012

“Terrível insônia. Para dormir bem só mesmo comendo um pé inteiro de alface.” (Limão)

"Durmo tão mal que já estou pensando em morrer para dormir bem."(Limão)

Barrinhas no discurso

Ao defender seu cliente Duda Mendonça na tribuna do Supremo Tribunal Federal, o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro (“Kakay”) reclamou da dificuldade de enfrentar o procurador-geral da República, destacando que enquanto Roberto Gurgel toma cafezinho com os ministros, ele não tem acesso nem mesmo a barrinha de cereais. Assistentes do colega dele José Luís de Oliveira Lima, que defende José Dirceu, não resistiram à brincadeira: compraram-lhe uma barrinha de cereais. Mas, ao entregá-la, Kakay agradeceu e recusou:
- Eu não gosto de barrinhas de cereais...

LETRA MORTA

O bufão da Venezuela, Hugo Chávez, e o ditador aposentado de Cuba, Fidel Castro, vão escrever um livro. Lula se oferecerá como revisor.
CH

Seguidores

Arquivo do blog