segunda-feira, 27 de agosto de 2012

ERVA VENENOSA


Eis a música cantada pelos grevistas do Judiciário em homenagem a Dilma Rousseff, na semana passada:
– Venenosa! / Êh êh êh êh êh! / Erva venenosa / Êh êh êh êh êh! / É pior do que cobra cascavel / O seu veneno é cruel / EL! EL! EL!.. / Dilma, Dilma, Dilma…
Por Lauro Jardim

Quem é mais medíocre, Mano ou Dilma? O Mano pelo menos tem o Neymar. A Dilma precisa se contentar com o Mercadante.

"Alguns ministros do Supremo tem o notório saber ou a notória afinidade?"(Climério)

Dilma se reúne amanhã comTony Blair

O que Tony Blair fez para merecer isso?

TUTTY VASQUES - MARTA CRIA SLOGAN PARA HADDAD: “RELAXA E VOTA!”

GOZETA DE NOTÍCIAS- Projeção do PIB brasileiro cai mais que calcinha de puta

Presidentes de Câmaras multiplicam patrimônio em 4 anos

Isso é que eu chamo trabalhar para o próprio povo. Arre!

“Dilma é uma ponte que liga o nada a coisa nenhuma.” (Limão)

‘Se Lula soubesse falar inglês, falaria bobagens em duas línguas.”

Dezessete camponeses são decapitados no Afeganistão pelo Taliban

O Taliban é um grupo que ainda não saiu das cavernas. Os cabritos montanheses têm mais inteligência que eles.

"Alguns falam de democracia em seus quintais. Mas na casa de seus compadres admitem perseguições e se calam diante da tirania."(Mim)

DA HORA- Marta aceita entrar na campanha de Haddad, mas sem Maluf ao lado. Com Maluf ao lado, ela não relaxa e muito menos...

“Não precisamos de novos partidos. Precisamos é de novos políticos.”(MIM)

“Quem dorme nu se arrisca ter um intruso no rego.” (Pafúncio)

“Homem assustado não deve se casar com mulher feia. Se casar morre cedo, imagine só toda manhã....” (Limão)

“Nada mais constrangedor que acenar para alguém usando algemas.” (Mim)

“Quem deseja ter paz não deve buscar a fama.” (Filosofeno)

“Sou feio, mas não uso coleira.” (Assombração)

“Um bom livro, um bom filme, nos instigam a querer saber mais.” (Filosofeno)

“Dois homens burros e violentos bebendo juntos, antes de secar a garrafa de aguardente possivelmente irão se matar.” (Limão)

Eu sou Geraldo

Geraldo Alckmin sempre foi um discreto vice-governador de Mário Covas. Tão discreto que era desconhecido nas repartições. Certa vez, no final da primeira gestão de Covas, ao chegar na Secretaria Estadual de Esportes, ele teve de preencher formulário, na portaria, e ganhar crachá de “visitante” para entrar no prédio. No elevador, uma funcionária mais observadora fez-lhe um ligeiro aceno com a cabeça. Ele logo se animou:
- Muito prazer, sou Geraldo Alckmin.
- Conheço o senhor de algum lugar... – disse ela, puxando pela memória.

Fermento

O candidato petista Fernando Haddad teme ganhar o apelido de PIB, aquele que não ultrapassa os 3%.
CH

Seguidores

Arquivo do blog