segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Lula, em 2010: 'João Paulo Cunha é um extraordinário deputado'

Sempre é bom manter distância do abobreiro-mor. Quando opina positivamente sobre alguém, é melhor desconfiar.

“Ensina teu filho desde pequeno a jogar descartáveis nas lixeiras e não pelas ruas. De porco, já basta o pai.” (Limão)

Uva e vinho contêm composto que dificulta formação de gordura

Sei não. Já bebi três pipas de vinho e continuo na mesma. Será o mal os acompanhamentos?

“Se todos os mentirosos vão para o inferno, será difícil arrumar até mesmo um porteiro para trabalhar no paraíso.” (Climério)

“Arrebentei-me rezando e fazendo jejum para ganhar o paraíso. Depois de todo esse sacrifício só me falta ganhar passagem para o inferno.” (Climério)

“Quando eu morrer, se não tiver nada do outro lado, quero voltar e marcar a ferro a bunda de todos os padres e freiras que infernizaram a minha infância.” (Climério)

“O meretrício também salva.” (Pafúncio)

“Não espere receber gratidão. É coisa rara. Mais fácil é ganhar na loteria.”(Limão)

“O amor constrói bem mais que o Minha Casa, Minha Vida.” (Limão)

“Uma boa receita para quem deseja perder peso é a combinação de ‘tênis com esparadrapo’. Tênis no pé, esparadrapo na boca.” (Mim)

“Num vale de lágrimas é bom negócio vender lenços.” (Mim)

“Se quiser, cometa seus pecadinhos hoje. Na segunda-feira Deus sempre está de ressaca.”(Climério)

“Minha mãe teve três filhos. Mas somente meus dois irmãos prestaram.” (Climério)

“Quer encontrar um lugar só de homens bons? Visite o cemitério mais próximo.” (Filosofeno)

“Se todos fossem anjinhos os presídios estariam vazios.” (Filosofeno)

“Todos sonham com um mundo sem armas. Principalmente os maus.” (Filosofeno)

“Nem sempre quem fala em paz é quem a deseja.” (Filosofeno)

Morre reverendo Moon, fundador da Igreja da Unificação, na Coreia do Sul

O mundo perdeu mais um traste. Os espertinhos quando morrem já vão tarde.

Brasil tem 60,9 milhões de pessoas endividadas, segundo Banco Central

Infelizmente estou neste rolo. Felizmente para os credores minha dívida é pagável em 200 anos. (Climério)

Janio, réu confesso

Jânio Quadros tinha o hábito de convidar amigos e jornalistas para conversar em sua casa, antes de voltar à política em 1985, quando seria eleito prefeito de São Paulo. Os encontros eram sempre regados a muita bebida. Por esse motivo, às vezes a conversa girava em torno de preferências etílicas. Numa delas, sobre cachaça, Jânio se lembrou que tinha guardada uma verdadeira preciosidade. Levantou-se e foi buscar a garrafa da marvada. Enquanto procurava – e não encontrava – o ex-presidente praguejava sem parar. Após alguns minutos finalmente achou-a, mas lamentou:
- Roubar não roubaram-na. Fizeram pior: beberam-na.
CH

Inversão

Circula na internet uma frase implacável: “O PT, que era um partido de presos políticos, passará a ser um partido de políticos presos”.
CH

Seguidores

Arquivo do blog