sábado, 20 de outubro de 2012

"A diferença entre Lula e o lixo é que o lixo é reciclável."

Dilma diz que PT representa nova forma de fazer política no País

É sem dúvida uma nova forma e pior da forma. Falando nisso, quando é que irão deixar de fazer propaganda e começar a governar? Saúde, educação, infraestrutura, segurança pública. Mas em propaganda e anedotário temos o melhor governo pós império.

Juntando Lula e Dilma quantos neurônios conseguiremos reunir?

O Bento me paga!

Papa Bento XVI canonizará sete novos santos no domingo e me deixou de fora. Arre Bento!

Amar é... fazer de conta que não viu o zoião dele nas coxas da vizinha.

“O nada me persegue. Dou nele com livros.” (Filosofeno)

O MUAR- Encontraram mil pés de maconha do sítio do João Fumaça. Ele: “Maconha? Juro que plantei por mandioca.”

“Como é fácil ser desonesto por aqui.” (Ramil, o caco)

“Sou filho de Deus. Também quero uma boquinha no governo. Mas sem puxar o saco de ninguém.”(Pafúncio)

“Mulher bonita é igual carniça: está sempre cercada de urubus.” (Climério)

“Serviço funerário ruim é prestado pelos bancos. Enterram o devedor mesmo vivo.” (Mim)

“Não tenha receio de vir à minha casa. Sou louco, mas sei muito bem a diferença entre uma panela e um pinico.” (Climério)

Um defunto decente

O senador gaúcho Pinheiro Machado marcou uma visita ao hotel onde estava o seu colega Bernardo Monteiro, no Rio de Janeiro. O anfitrião o recebeu vestindo ceroulas comuns e ele não conteve a observação:
- Bernardo, você precisa estar preparado para morrer na rua. Vista-se de seda por baixo. Seja um cadáver decente.
Pinheiro Machado seria assassinado alguns anos depois, no Hotel dos Estrangeiros, no Rio. Vestia ceroulas de seda.
CH

Celso Arnaldo e a misteriosa conversa entre Dilma e o presidente da Ucrânia


Espantado com a notícia publicada pelo Blog do Planalto, o jornalista Celso Arnaldo Araújo recomendou à direção do Sanatório Geral outra internação preventiva de Dilma Rousseff. Mas tanto o motivo do espanto quanto o parecer do grande caçador de cretinices exigem a divulgação do caso aqui no Direto ao Ponto. Primeiro, confiram a nota do blog federal:
“A presidenta Dilma Rousseff conversou nesta sexta-feira (19) por telefone com o presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovych. Durante 20 minutos, eles trataram do projeto ACS (Alcântara Cyclone Space), que prevê a construção do centro de lançamento do Cyclone-4, em Alcântara (MA), e o lançamento do primeiro foguete em 2014. A presidenta disse a Yanukovych que o Brasil está tomando as providências necessárias para acelerar o projeto e garantir o lançamento do primeiro foguete em 2014″.
Agora leiam o recado de Celso Arnaldo:
A notícia publicada no Blog do Planalto deixa no ar algumas dúvidas e uma especulação. O telefone vermelho do Palácio do Planalto tem tradução simultânea? Caso não tenha, os dois presidentes conversaram em dilmês ou ucraniano? As línguas são dilmófonas, similares? Dilma conseguiu chamar Yanukovych pelo nome ao longo desses 20 minutos, como não fez com Caravaggio? O que vai acelerar primeiro, o trem-bala ou o Cyclone-4? Sendo o centro de lançamento no Maranhão, alguma chance de José Sarney ser o primeiro astro/cosmonauta do projeto e o Cyclone 4 não ser um foguete vai e volta?
Augusto Nunes

Seguidores

Arquivo do blog