terça-feira, 29 de janeiro de 2013

CONSULTÓRIO SENTIMENTAL DA VOVÓ ROMILDA

Julia- Itu- Vovó, minha mãe é viúva e extremamente materialista. Quer para mim um marido rico. Como faço para me livrar disso? Quero me casar por amor.

Vovó- Livre-se de sua mãe. Antecipe-se! Arrume um marido rico para ela no Irã ou no Iraque. Caso falhe, tenha em mente o Afeganistão.

QUADRINHA

Falaram tanto do Ricardão
Que não desgrudei do bichano
Mas quem passou lá em casa
Foi um tal de pé-de-pano.

QUADRINHA

Paulo chegou ao altar
Chorando de emoção
Sentindo o cano da doze
Ainda no coração.

UM DIA ESTAREMOS MELHOR

“Dilma quer colher batata sem plantá-las. Educação de qualidade não é chuva, não caia do céu.” (Limão)

MINICONTO- O RACISTA

O RACISTA

O italiano Benito era podre de racista. Empresário bem-sucedido não empregava negros em sua empresa. Não frequentava lugares que havia negros. Nem roupa preta ele usava. Um dia Benito morreu. Chegou ao céu e foi encaminhado à sala de espera, onde seria entrevistado por São Pedro para encaminhar seu destino final.
Impaciente como ele só, ficou caminhando pra lá e pra cá. Espichou o pescoço e viu lá dentro do paraíso uma sala gigantesca, com uma enorme mesa. Atrás da mesa estavam dois negros conversando. Perguntou à secretária:
- Quem são os negrões atrás daquela mesa?
- O mais jovem é Jesus. O outro parecido com Barack Obama é Deus.
Benito morreu de novo.


INFÂNCIA COMUNISTA


Nas comemorações de 1° de Maio uma coluna de velhinhos desfila levando um grande cartaz: "Obrigado ao camarada Stalin pela nossa feliz infância!". Alguém à paisana se aproxima deles e grita:

-- Que brincadeira é essa? Quando vocês eram crianças Stalin nem tinha nascido!

-- Mas é por isso que estamos agradecendo!

STALIN E HOOVER

O nosso Presidente Hoover ensinou as pessoas a não beber, -- diz o americano.

-- Grande coisa! -- responde o russo. -- O nosso Stalin ensinou as pessoas a não comer!


MINICONTO- SEGREDO

SEGREDO

O fim da noite chegava e com ele o cansaço de mais uma jornada de trabalho. O dia todo um entra e sai de gente no urbano. O motorista estacionou o ônibus, ajeitou o cabelo e desceu. O cobrador que o acompanhava também desceu do coletivo. Tomaram banho e  trocaram de roupa . Ficaram um bom tempo admirando a lua, rainha no céu estrelado. Depois saíram de mãos dadas para o merecido descanso, tendo apenas uma velha coruja como testemunha.

MINICONTO- O BURACO

O BURACO

No local não havia nenhuma placa. Um enorme perigo para os transeuntes que não tinham o hábito de olhar para o chão. Um cidadão distraído com seus pensamentos caiu então no buraco. O enorme poço ficava numa ruela de pouco movimento. Gritou ele por socorro durante muitas horas. Finalmente ele foi ouvido: vieram os funcionários da prefeitura e encheram o buraco de pedras e terra. O cidadão distraído então não gritou mais.

VOCÊ CONCORDA? De todos os heróis fabricados pela televisão são poucos que valem um tostão.

• PRIVADA: o último reduto do silêncio.

BRANCO TOTAL

Nem todo sujeito vestido de branco é médico. 
Nem todo branco está vestido de médico. 
Mas todo médico deixa você branco quando apresenta a conta.

O MUAR- Ter um amigo que bebe dobra risco de jovem consumir álcool

É uma verdade, principalmente se o induzido não tiver uma personalidade forte para dizer não.

CONSULTÓRIO SENTIMENTAL DA VOVÓ ROMILDA

Elton- São Paulo- Prezada Vovó, estou cansado de ser pobre, ando deprimido, como faço para ficar rico?

Vovó- Filho, se eu soubesse não estaria aqui ouvindo besteiras.

“Percebo que estou envelhecendo quando fico sabendo que metade das minhas namoradas está num asilo e a outra metade no cemitério.” (Climério)

“Cada um come o que lhe apetece. O urubu que o diga.” (Filosofeno)

“Os sapos criarão asas e as galinhas carijós mancas cantarão no Faustão. E aí todos me verão novamente ajoelhado num templo.” (Limão)

“Rezem, rezem sem parar. Só não peçam meu apoio presencial.” (Climério)

O MUAR- Dilma busca adesão de novos prefeitos para 'salvar' promessas feitas em 2010

Promessas pedem velas. Não se esqueçam de levar velas, muitas velas. 

LONGEVIDADE FDP

“E Fidel não morre. Temos aí uma prova de que os inúteis também são longevos.” (Cubaninho)

Um baiano nos pampas

Reza o folclore político que o gaúcho Getúlio Vargas arrumou encrenca com o general Flores da Cunha, em 1937, ao nomear o general Daltro Filho, soteropoltiano, como interventor no Rio Grande do Sul.

- Que fizeste, Getúlio? Tu és um renegado!

Getúlio reagiu com naturalidade:

- Ora, Flores, se um gaúcho pode governar o Brasil, por que um baiano não pode governar o Rio Grande?

SOLIDÃO NEVER

“Quem é estúpido ou imbecil não corre o risco de solidão neste planeta. Que multidão!” (Limão)

Seguidores

Arquivo do blog