segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

GAZETA DO PASTO- Dilma defende Congresso e diz que políticos estão sendo 'vilipendiados'

Será que ela sabe o significado do que está falando? Dilma deve juntar-se aos seus iguais, é farinha do mesmo saco. 
Arre Brasil de bestas votantes e dirigentes ignorantes!

QUADRINHAS FÚNEBRES

*Se fosse escrito nesta lápide
Lugar por certo faltaria
Para enumerar uma a uma
Suas frangas na putaria.

*Aqui descansam duas mulheres
Que viveram de paixão
Quando a perereca não estava na língua
Estava a perereca na mão.

*Morreu e o povo não soube
Se era Catarina ou gaúcho
Faleceu numa suja sarjeta
A pinga roendo o bucho.

PAGANDO PROPINA

PAGANDO PROPINA

Uma gélida mão tocou em meu ombro quando eu caminhava tranqüilo voltando do supermercado. Disse-me que seu nome era Dona Morte e que viera buscar-me. Eu confesso para vocês que não imaginava que ela fosse tão magra. Dei-lhe carne seca, pão, cachaça e um cartão corporativo. Ainda indiquei-lhe um vizinho para ir em meu lugar.

ENCHICLETADO


ENCHICLETADO

Naquele tempo os clientes de banco ficavam em pé nas filas.
Parado na fila do banco e vestindo um casaco amarelo surrado, um homem ruivo aguardava com impaciência para ser atendido pelo caixa. Apertava suas mãos e fazia ritmo com o pé direito.
O primeiro na frente voltou-se silenciosamente e olhou para ele severamente, como que pedindo "tenha paciência". Mas ruivo mastigava um palito de fósforo e bufava como um touro bravo. Será que iria perder um trem?
 Assim como o vento que sopra de repente, sem mais nem menos, tirou do bolso um cotonete usado e o cravou nas costas da primeira pessoa que estava na sua frente.
O homem atacado gritou desesperado e caiu desmaiado. O guarda do banco presenciou o ataque e reagiu prontamente. Tirou da boca um chiclete que mascava e o arremessou contra o bandido com força, arrancando parte do crânio. O assassino tombou, disse algumas palavras sem nexo e morreu assim, cercado de pessoas silenciosas e devidamente enchicletado.


O MUAR- Após aparição pública, Fidel Castro diz que Hugo Chávez está bem melhor

Chávez precisa viver. O povo da Venezuela ainda não pagou o preço por ter votado nele. Distribuir migalhas para poder roubar milhões, eis o lema chavista.

ELES VOLTAM

“O duro se ser brasileiro é que nos esquecemos mui facilmente dos maus. E então eles voltam.” (Limão)

CORREIO DO POLVO- Henrique Alves não explica denúncias – e ganha aplausos

Nessa história toda quem são mesmo os palhaços, senão nós? Hordas de safados invadiram nossos quintais, mas convidados por quem?

POLÍTICA NACIONAL

“A caravana passa e os cães não estão nem aí.” (Mim)

MINHA CAMISA DE NANZUQUE

MINHA CAMISA DE NANZUQUE

Foi numa tarde quente de sábado
Que vesti minha camisa nova de nanzuque e saí à rua todo pachola
Parei na esquina para tomar sorvete
O sorvete derreteu depressa e manchou minha camisa de nanzuque
Voltei para casa
Fui ao tanque
Exagerei nos produtos de limpeza
E disse adeus à minha camisa de nanzuque.

NAUPATIA

NAUPATIA 

Estou em viagem pelo Caribe 
Almoço ao lado do comandante 
O balanço do navio me traz naupatia 
Chamo pela mãe, vó e tia 
Naupatia 
Não tem jeito 
Vomito no colo do comandante.

O MUAR- Sérgio Guerra: apoio a Henrique não constrange PSDB

Não constrange gente safada, seja de que lado for. Que oposição nos temos! Que oposição!

MEU PACTO

“Tenho um pacto de não agressão com o capeta. Eu não falo mal dele e ele não conta os meus podres para o vigário.” (Climério)

QUANDO ELA APERTA

“Mulher feia é igual comida de cadeia: com fome todo mundo come e ninguém reclama.” (Climério)

DESESPERADOS

DESESPERADOS
Uma multidão corria pelas ruas em pranto. O desespero era visível nos olhos e expressões dos famintos por paz. Mulheres e homens jogavam-se ao chão asfáltico raspando os rostos no solo íngreme que causava ferimentos dolorosos. Meninotas e meninotes também faziam parte da turba de tresloucados. Povo fugindo da guerra? Terremoto? Não! Derrota futebolística.

MORTINHO

“Nem  Viagra em dose dupla está conseguindo ressuscitar o meu marivelho.” (Eulália)

COISA

“O comunismo ainda tenta transformar o homem numa coisa sem sonhos.”(Cubaninho)

MCA

Milionário há muito
Corno quase sempre
Abandonado jamais.

PRESERVADO

“Meu patrimônio salvou o meu matrimônio.” (Raimundo Onassis)

A DOENÇA DA CENSURA

“A censura sofre de alergia a verdade. Vide Maranhão.” (Mim)

A VERDADEIRA FACE

“O povo que lê nos vê como realmente nós somos. E isso é irritante.” (Deputado Arnaldo Comissão)

A origem dos charutos

Deputado da UDN gaúcha, o general Flores da Cunha escandalizou a Câmara ao defender o presidente Getúlio Vargas da acusação do líder da bancada, Carlos Lacerda, de ser conivente com a corrupção. Getúlio ficou encantado e mandou uns charutos para o general, mesmo temendo sua reação. O funcionário do Catete encontrou-o numa roda de parlamentares:
- Trago uns charutos que o presidente mandou.
- Que presidente, meu filho? – respondeu, fazendo-se de desentendido.
- O presidente do Flamengo – inventou o cuidadoso portador.
- Ah, bom. Então me dê os charutos.

CH

XIXI EM CASA

A estatal Infraero resolveu economizar nos contratos com empresas de limpeza, e lançar campanha sugerindo que as pessoas façam xixi em casa, antes de seguir para o aeroporto. Só falta pedir que levem papel.

CH

Seguidores

Arquivo do blog