quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

A GAZETA DO PASTO- Amnésia coletiva ataca o PT e no partido ninguém sabe quem é Rose e Marcos Valério

A GAZETA DO PASTO- Sibá Machado explica a admiração do PT à ditadura cubana

Não precisa explicar. Quem não é petista entende, não é necessário desenhar. E querer comparar Batistti com Yoani é muita falta de  vergonha na cara. Ela defende ideias e não matou ninguém em defesa de uma causa podre. Não é mole ser tapado, né Sibá?

CORREIO DOS AMANTES- Com mensaleiros, Lula ataca Aécio e FHC

Não é que o sapo mostrou novamente sua língua? Vamos brincar de Rose?
Sapinho da páscoa que trazes pra mim
Uma Rose
Dois Roses
Três Roses assim!

O MUAR- Atacada por evangélicos, Paula Fernandes se defende

Caso precise de um apoio moral pode contar com o ombro amigo desse bom ateu..

O QUE É O ESTUDO

O QUE É O ESTUDO
Cléber ordenhava vacas e tinha mãos ásperas. Quando ele chegava perto elas ficavam inquietas. Suas mãos duras machucavam os mamilos das amigas. O patrão então comprou luvas para ele e o problema foi resolvido. Cléber tinha seguidamente arranhados no pênis. Nunca mais os teve. “Vejam só o que é o estudo”-dizia ele boquiaberto com a sabedoria do patrão.

”À noite os mortos aqui do meu cemitério têm bastante companhia. É tanta fumaça que até os defuntos ficam emaconhados.” (Gentil, o coveiro)

Vingadora implacável

Nos anos 70, a escritora Vera Brant, diamantinense como JK e corretora de imóveis em Brasília, vingava os amigos perseguidos no regime militar negando-se a alugar apartamentos a políticos governistas. Ela até achou simpático o casal Sinval Guazelli (Arena-RS), mas não quis conversa. Ele voltaria a seu escritório com um cartão de Luiza, mulher de Virgílio Távora:
- Vera, querida: abra um precedente na sua subversão e alugue, por favor, um apartamento para os meus amigos que estão ficando enlouquecidos no hotel, com as crianças.
Só então ela abriu o precedente.

LIXO SABOR FAMÍLIA


DF: coleta seletiva é com 'sabor família'

Coluna CH
FotoJUSTIFICATIVA: VEÍCULO PERTENCIA A UM FRIGORÍFICO
Um caminhão de coleta seletiva de lixo, que trabalha para o Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal (SLU), circula com uma curiosa frase em sua carroceria: "Sabor de Família Reunida". O SLU explicou que trata-se de um caminhão que faz transporte de caixa de gordura, mas que, anteriormente, era um caminhão frigorífico. “A empresa responsável pelo lote do plano piloto, Sustentare, alugou o caminhão desse jeito e por isso tem essa frase. Eles vão apagar amanhã”. Ah, bom.
CH

Seguidores

Arquivo do blog