quarta-feira, 3 de abril de 2013

URNA


URNA

Entra o voto
No Celso ou no Otto
Às vezes também muda o traje e a foto
Porém no sistema miau nada muda
Isso eu bem noto.

TOMBO


TOMBO
Tropecei em calçadas disformes
Amassei gramíneas que nascem nos vãos das pedras
Ouvi o riso dos passantes
Mas não recebi uma mão estendida.

“Você nunca se decepcionará com um inimigo.” (Filosofeno)

“Quem muito mente acaba mentindo para si mesmo.” (Filosofeno)

“Caso o capeta existisse poderia trabalhar no Cirque du Soleil. Seu número seria lançar chamas pelas narinas, ouvidos e bunda.” (Pócrates)

“Os mortos são isso aí: mortos. Deu para eles, não agem aqui nem acolá. Só espero o mal vindo dos vivos.” (Filosofeno)

“O trabalho empobrece o homem.”(Cachoeira)

“O que vem de cima é o que me preocupa.”(Cabeça olhando pra guilhotina)

CANSOU DE SER GENTE

CANSOU DE SER GENTE

Naquele dia Arnaldo estava se sentindo um traste. O céu era marrom, a saliva tinha fel. Queria um abismo só para chamar de seu. Chegou em casa e foi direto para o canil. Mandou o Duque para dentro da residência se deitou na morada do cão. Espreguiçou-se, lambeu os beiços e passou a roer um osso. Antes da meia-noite já estava latindo para os passantes.

A BARATA


A BARATA

Roberto dormia nu enquanto uma barata passeava sobre seu corpo. Ainda sonolento sentiu o toque do bicho nojento na sua pele. Mandou um tapa daqueles do vivente trocar de orelhas. Errou do bicho e acertou em cheio o próprio saco. Caiu da cama desmaiado de tanta dor. A barata ainda ria quando o corpo dele tombou sobre ela. Ploc! Ponto para nós.

A CHARGE DE CHICO CARUSO


“A greve de fome já faz parte da nossa cultura assim como nossas putas.” (Cubaninho)

“Somos o país do futuro. Pelo jeito, eternamente.” (Mim)

GOZETA DE NOTÍCIAS- Sindicatos dos vermes pede o fechamento dos crematórios em todo o país

A PERERECA MÁGICA DE ROSE


A PERERECA MÁGICA DE ROSE
Era uma vez uma moça chamada Rose que sonhava com o luxo e viajar pelo mundo. Mas Rose não tinha condições, era pobre, seu salário não alcançava voos maiores. Um dia Rose teve a visita de uma fada madrinha. A boa fada lhe presenteou com uma perereca mágica. De posse de tal poder, Rose abriu portas rentáveis e viajou pelo mundo. Até namorou um sapo barbudo, depois príncipe. E com esse príncipe conheceu reinos distantes mundo afora. O azar de Rose foi que o príncipe viajava por conta do tesouro, os escribas descobriram e a perereca mágica perdeu seu encanto e secou.

Em certo país é feio é ter opinião divergente da nossa; merece protesto nas ruas. Mas roubar e desviar dinheiro público é lindo e merece aplausos, além de longos discursos de louvação.

“Estive perdido, encontrei um mapa. Estive na escuridão, encontrei uma lanterna. Estive casado, encontrei um par de guampas.” (Pafúncio)

Só falta agora o Felipão convocar o Papa...

“O pouco valor dado a vida em nossa sociedade até inibe o homem consciente a ter filhos.” (Filosofeno)

“Não dá vontade de chorar? O pasto verde, meus irmãos satisfeitos, e eu do lado de cá do cercado sem um pingo de fome. ”(Mim)

“Tento ser tolerante. Mas é duro suportar quando por todos os cantos pipocam asnos travestidos de humanos. “(Filosofeno)

“Ninguém é infeliz enquanto dorme.” (Pócrates)

“Religiões enganam. Prometem um produto que não irão entregar. Mas é duro combatê-las: para provar que estão erradas é preciso morrer.” (Mim)

Almas gêmeas

“O presidente foi muito infeliz e tem teto de vidro: pouco tempo atrás, também havia uma campanha para ele não assumir a presidência da Câmara”.

Marco Feliciano, reiterando que não vai renunciar à presidência da Comissão de Direitos Humanos porque é tão inocente quanto o colega Henrique Alves, que presidente a Câmara dos Deputados.
Augusto Nunes

O MUAR- Menino venezuelano diz ter dado uma pedrada num passarinho de boina. Seria o Comandante Chávez?

Paulo Bernardo defende regulação da mídia

Eu defendo a liberdade. E conclamo o Paulo Bernardo a ser Ministro das Comunicações em Cuba. Lá a mídia já é regulada, e bem.

Sorriso canarinho

-Fale giz Bebeto, senão o sorriso sai amarelo! Vão pensar que o nosso sorriso é falso.

Dizem que PR ganhou o Ministério dos Transportes, mas não a chave do cofre. A chave fica com Míriam Belchior.

Homenagem ao caráter

Na campanha de 1994, o deputado Paulo Heslander (PTB-MG) visitou o povoado de São José dos Rosas e pediu apoio do chefe político. Divino se desculpou: “já tenho candidato”. O deputado lamentou:
- Ah, que pena. Ia oferecer-lhe um carro 0km em homenagem a seu caráter.
Divino arregalou os olhos e gritou lá para os fundos da casa:
- Mulher, faça aí um cafezinho e traga um bolo aqui pro deputado!
No comício, Divino fez um discurso emocionado pedindo votos para Heslander. No final, o deputado já ia embora quando Divino lembrou:
- E o carro zero?
- Ora, meu amigo, aquilo foi brincadeira...
Ele ficou revoltado, mas era tarde: Heslander foi o mais votado no povoado.
CH

Tranquilizando Rose


03/04/2013 | 00:00

Sponholz

Sponholz

Seguidores

Arquivo do blog