terça-feira, 23 de abril de 2013

A GAZETA DO PASTO- Câmara conclui votação de projeto que sufoca novos partidos

O medo domina o PT-PMDB. Não desejam ser desmamados de jeito nenhum. A teta da grande mãe brasileira é muito saborosa.
O povo todo precisa gritar: "DESMAMA, DESMAMA LEITÃO!"

“Por que o povo vota na gente? Bem poderiam pegar o presentinho e não votar. Talvez por semelhança?” (Deputado Arnaldo Comissão)

“Oito em cada dez eleitores querem gasolina, tijolos ou um emprego fantasma.”(Deputado Arnaldo Comissão)

“O eleitor gosta de ser comprado e nós gostamos de comprar. Assim só temos compromisso da boca para fora.” (Deputado Arnaldo Comissão)

“Um povo que vota como o nosso deveria se alimentar de alfafa.” (Limão)

Como ganhar dinheiro sem fazer força? Estude a Bíblia e pregue para milhões de estúpidos.

Elas não são mais um produto apenas das grandes cidades. Bestas humanas estão agora à solta em todos os lugares.

A cotação da vida nunca esteve tão baixa. Espanta-me ver a que ponto chegou sem haver reação da sociedade. O pior é saber que a maioria que lá está no Congresso para fazer algo apenas maquia. E serão eleitos na próxima.

PRESO DE PAÍS RICO É OUTRO DEPARTAMENTO

Esqueçam filmes americanos com o preso algemado em voo de carreira. No Brasil, país rico, é diferente: agentes da Polícia Federal foram a Portugal em jatinho buscar presos brasileiros.

PREPARAÇÃO COPA 2014- Tiroteios nas ruas do Rio de Janeiro deixam quatro mortos

LA MERD- Ataques em Boston eram para defender o Islã, diz acusado

O MUAR- Oposição venezuelana critica auditoria de votos 'fajuta'

Esperar o que dos partidários do chavismo que infestam as instituições venezuelanas? Retidão?

CORREIO DOS AFLITOS- Balança comercial tem déficit semanal de US$ 2,3 bilhões, o pior desde 1998

A TRIBUNA DA BUFUNFA- Tribunal federal manda soltar investigados da máfia do asfalto

PIZZAIOLO NEWS- Doze condenados do mensalão poderão ter um novo julgamento

Lição inesquecível


José Américo de Almeida governava a Paraíba, em 1951, quando o Estado enfrentou 
uma seca dramática. Certo dia, no palácio, ele recebeu o prefeito de uma
 das cidades mais castigadas, suplicando um caminhão para transportar
 alimentos para os munícipes mais carentes. José Américo
r espondeu que seria difícil atender o pedido, porque a cidade era muito longe
 da capital. O prefeito perdeu a paciência e deu uma lição que o “Velho”, como era conhecido, jamais
 esqueceria:

- É longe, não, governador. Fica no mesmo local onde o senhor foi pedir votos 
para se eleger governador.

O risível

Patriota virou piada: disse na ONU que por “respeitar a soberania” da Venezuela, silenciaria sobre a fraude que elegeu Nicolás Maduro.O Brasil ignorou a “soberania” do Paraguai, liderando sua suspensão do Mercosul, e se meteu nos assuntos internos governo de Honduras.

Seguidores

Arquivo do blog