sexta-feira, 31 de maio de 2013

QUE DIACHO DE PROGRAMA É ESTE DE VISITAR FAVELA? Turista alemão é baleado durante visita à favela da Rocinha no Rio

“Você nunca se decepcionará com um inimigo.” (Filosofeno)

“Qual menino educado dentro da orientação católica de que mexer no pinto é pecado não teve sua fase de bronha/remorso/penitência?” (Mim)

“Que importa se você tem ou não religião? Importa é caminhar de mãos estendidas e ter um coração solidário.”(Mim)

“Crentes me oferecem muletas. Agradeço, mas prefiro ir aos pulos.” (Climério)

“Dieta de sucesso é sempre a próxima.” (Filosofeno)

“Ando tão distraído que estou dando tchau até para maneca de vitrine.” (Climério)

“Vós que andais com as calças segura pelas mãos, um sábio conselho: comprai um cinto.” (Pócrates)

“Voto obrigatório é como você ter que escolher o seu próprio carrasco.”(Filosofeno,o filósofo que dorme sobre o capim)

“Para encontrar idiotas violentos não é preciso andar muito. Eles andam em bandos.” (Pócrates, o filósofo dos pés sujos)

“Vou morrer... Mas não se alegre mulher, que não é agora.” (Mim)

NÃO ESTÁ MORTO

“Não está morto quem peleia!”
É o que gritou o defunto Mané Hermenegildo lá em Santo Antão, com a mão cravada na bunda do coveiro.

EM BUSCA DE TERRAS PARA ARRENDAR? Índios invadem mais uma fazenda em Mato Grosso do Sul

CORREIO DO POLVO ASTUTO- Lula quer emplacar petista pró- mensaleiros em órgão da OEA

FOLHA DA VERDADE- Maracanã é 'totalmente seguro e confortável', diz governo do Rio

NOSSAS FAMOSAS COSTAS LARGAS- Dilma ajuda países africanos em prol de empreiteiras amigas

Reportagem de VEJA desta semana mostra que, por trás de presente de US$ 840 milhões a nações africanas, está a eleição de 2014.
Na comemoração dos cinquenta anos da fundação da União Africana, realizada na semana passada na Etiópia, a presidente Dilma Rousseff deu aos anfitriões um presentão de 840 milhões de dólares. O valor equivale ao total da dívida que doze países do continente haviam contraído com o Brasil e que a partir de agora não terão mais de se preocupar em pagar. O governo brasileiro os perdoou. Foi o pragmatismo eleitoral, mais do que a solidariedade aos povos sofredores, que orientou a decisão da presidente Dilma de perdoar a dívida dos países africanos. A questão é que empreiteiras, mineradoras e produtoras agrícolas que querem atuar nesses países com financiamento do BNDES (o órgão acaba de aprovar a criação de um escritório de representação na África do Sul). Ocorre que a legislação impede a concessão de benefícios a nações com dívidas atrasadas junto ao Brasil. Ao abrir mão da cobrança dos débitos, medida que ainda precisa ser aprovada pelo Senado, o governo pretende remover essa barreira – e deixar o caminho livre para as empresas amigas.

TROCARAM ALGUNS NOMES, MAS OS QUADRÚPEDES CONTINUAM NO COMANDO-Enem 2013: MEC admite erro em questionário que equipara doméstica a utensílio doméstico

E NÃO É?


Vivemos na era da mediocridade
Da política rasteira
Quase ninguém escapa
Desta pasmaceira
Quando o vivente votado não é asno
É inteligente e bagaceira.

“O Brasil é um país que tem jeito. Mas não com essa turminha que anda por Brasília.”(Limão)

O bico do Falcão está sujo


Como disse?

Teoria do presidente do PT, no Twitter: “quatro monopólios precisam ser quebrados: financeiro, da terra, voto e o da mídia.” O penúltimo ele precisa combinar com o eleitor, cujo voto é, por enquanto, secreto.
CH

FIM


Alka-Seltzer

Ainda bem que ele tem azia lendo jornais: o italiano Corriere della Sera publicou a matéria: “O fim do modelo Lula: crescimento de 1%”.
CH

Xiiii!


Sponholz

Sponholz

Seguidores

Arquivo do blog