terça-feira, 13 de agosto de 2013

UM DIA DE CÃO

UM DIA DE CÃO


Nilson acordou estranho naquele dia. Saiu da cama sem vontade de caminhar, preferiu andar de quatro. No lugar de ir ao banheiro foi para fora e fez xixi o canto da casa. Após comer a ração do Totó deu uma cagadinha no gramado. Depois correu pelas ruas próximas perseguindo automóveis. Quando voltou para seu quintal foi pego pela esposa roendo um osso sobre a calçada. Ela foi para dentro e voltou com uma coleira nas mãos. Colocou o marido preso próximo da casinha, pôs água limpa e ração nova. Recomendou que não latisse para não perturbar os vizinhos. Isto feito tomou banho e foi às compras.

TEMPESTADE

TEMPESTADE

Eu estava na rua. O céu ficou escuro e senti uma sensação de pânico. As nuvens ruidosas pareciam cair sobre as casas. Ventos enfurecidos revoltavam as melenas cobertas de poeira e faziam arder os olhos. Pequenos galhos e folhas já corriam pelas ruas sem lugar para ficar. Placas publicitárias de pernas fortes voavam como penas. As gentes fechavam suas casas, cães e gatos eram recolhidos para lugares abrigados. Apressei o passo para chegar logo em casa e fugir das nuvens ameaçadoras. Algumas lesmas pegaram carona em pneus de bicicletas, enquanto outras eram rápidas em seus patinetes. Entrei em casa a tempo de observar pela janela o mandatário- mor da cidade passar voando em sua cadeira de trabalho.A secretária sentada em seu colo fazia anotações e ajeitava os cabelos negros.


OS RATOS

OS RATOS

Os ratos foram aos poucos chegando, conhecendo o terreno e invadindo a casa vazia. Magrelos, vinham da casa de um aposentado da iniciativa privada. Encontraram as prateleiras da despensa abarrotadas de queijos e outras guloseimas. Quando viram àquela abundância chamaram também os tios e primos que estavam nos arredores. O proprietário fora generoso: havia saído de férias, mas deixou um bom rancho para eles. Naquele mês os ratinhos encheram seus buchinhos e ficaram gordos como patos. Também pudera, festança todos os dias, alegria geral. Quando o dono da casa retornou, seu gato ficou encantado com tantos ratos fofinhos. Em todos os cantos da casa estavam eles, arrotando sem cerimônia. Os roedores de tão obesos não conseguiam mais correr e o bichano foi então papando todos com paciência. Eram tantos que até reservou alguns para comer no natal.

Moral da história: Quem precisa correr para sobreviver não deve engordar.

O RISCO DA DESOBEDIÊNCIA É COMER CHUMBO ENCOSTADO NO PAREDÃO- China proíbe bailes de gala oficiais para melhorar imagem do governo

O ASNO QUER SER WOLVERINE- Maduro pede 'poderes especiais' e amplia cerco à oposição

TÊNIS CHINÊS- "Ela está Dilminha paz e amor total"(IDELI)

LULA INCENTIVOU VOCÊ COMPRAR E HADDAD QUER EM VOCÊ BOTAR- Haddad quer aumento da gasolina para custear tarifa de ônibus em SP

E NA COZINHA NÃO VAI NADA? - Projeto quer ambulâncias para cães e gatos em São Paulo

O SEM ESPELHO- Cabral diz que manifestantes tentam desgastar o governo

“Os tolos caminham para o abismo e ainda pedem um empurrãozinho.” (Pafúncio)

MAÇÃS

Li essa piada há muitos anos, porém não me lembro quem é o autor.

O planeta em desgraça... O ódio tomou conta do mundo, ninguém mais se entendia. Com armas poderosas os homens se destruíram. Toda vida animal e vegetal foi dizimada, sobraram apenas às macieiras. Olhando o mundo do alto, a maçã verde falou à maçã vermelha.
- Tudo foi destruído, nada mais resta do homem, o mundo agora é nosso!
- Nosso quem, cara maçã verde?


“Conheci tua esposa. Conta-me, a conheceu num velório ou na fila dos feios?” (Assombração)

‘Temos um governo de ação. De esculhamba-ação. ”(Climério)

“Toda criança é boazinha até começar a imitar pai e mãe.” (Limão)

“Nunca fui bonito, mas graças a Avon sempre fui cheiroso.” (Climério)

“Quem não me conhece pensa que sou burro. Quem me conhece tem certeza.” (Climério)

“Avós causam cáries nos netos.” (Limão)

EU QUERIA TER UM PAI ASSIM- Banco do Brasil tem lucro de R$ 7,47 bi no 2º trimestre

“Quase sempre julgadores soberbos são mais podres que os réus que condenam.” (Filosofeno)

“Sinto-me mais seguro junto a um Pirro do que junto a um São Paulo, porque um saber de anedotas é mais doce do que uma santidade desenfreada.” (Emil Cioran)

RECLAMO

Reclamo e grito ao vento
Que o Brasil está assim
Troca o Pedro, coloca o Paulo

E vamos que vamos sustentando os chupins.

“Se o inferno estiver localizado no Alasca, digo que não é nada mau um calorzinho.” (Mim)

“Se os pássaros tivessem medo de voar não seriam pássaros, mas sim galinhas.” (Filosofeno)

“Se você está com a sua cabeça no mundo da lua o melhor a fazer é não sair de casa.” (Filosofeno)

OLHANDO BEM

Tarde amena. O homem olhava pela janela do apartamento que visitava interessado em comprar. Estava ele no décimo andar. Observava no prédio vizinho uma mulher que se despia em frente ao espelho. Logo surgiu um jovem que começou a beijá-la sem parar. Cheio de curiosidade continuou olhando para ver no que dava. Foram pra cama, ele ainda vestido, mas já tirando a roupa. Resolveu ligar para sua mulher para contar o que estava acontecendo. A mulher pelada largou o jovem e apanhou na bolsa o celular que tocava. Ele então amiudou os olhos para observar melhor àquele corpo que bem conhecia.


O CHAPEUZINHO PT

CHAPEUZINHO PT
Era uma vez uma menininha chamada Chapeuzinho PT. Morava próxima da mansão da vovó e toda semana a visitava. Nas conversas com a vovó ficava metendo o pau Lobo Mau; também na escola, nos jornais, na televisão. O Lobo Mau era então o mal do mundo. Passado algum tempo a vovó morreu e Chapeuzinho herdou sua mansão e terras. E sabe quem ela foi buscar no Maranhão para ajudá-la administrar a herança? Pois é, o Lobo Mau.


“Campanha do Agasalho não basta. É preciso agasalhar o biscoito. Para cada pobre um lote de mil camisinhas e junto um manual de instruções.”(Mim)

“Só a camisinha salva o planeta.” (Mim)

"Todo amor é eterno até que o dinheiro do sujeito termine.” (Pafúncio)

O governador Sergio Cabral está com cara de empresa falida: Imerso em protestos.

Um presidente no espelho

Empossado em janeiro de 1961, o presidente Jânio Quadros soube em fevereiro, no palácio, que um deputado atacava-o com duras críticas na Câmara Federal. E ele:
- Deixem o rapaz falar. Às vezes, até eu tenho vontade de atacar este meu governo…
Diário do Poder

GUERRA AOS CARUNCHOS- MPF suspeita que cartel dos trens agia também em licitações federais

LE BOST- Governo tenta evitar aprovação do Orçamento impositivo

LA MERD- Maduro mira poder ditatorial e amplia perseguição a opositores

Seguidores

Arquivo do blog