sábado, 26 de outubro de 2013

“Tem muito marido por aí que mesmo não sendo cachorro anda na coleira. Mas se torna pavoroso e quer morder todo mundo quando a patroa não está por perto.” (Mim)

“Azarado. Quando finalmente encontrei a mulher da minha vida ela já estava com outro.” (Mim)

“Que país é este em que casas se transformam em prisões? Nem o diabo estaria seguro por aqui.” (Pócrates)

“Todo o nosso lixo político acumulado por décadas gerou isso que aí está: ratos e vermes.” (Pócrates)

“É muito doído admitir, mas já estamos ficando com a cara e a bunda da Venezuela.” (Mim)

“Sou adepto da morte lenta. Uns 150 anos.” (Pócrates)

Chifres. Humano, demasiado humano. O aborrece tê-los enfeitando sua caixa craniana?

“Tenho uma vizinha tão linguaruda que quando ela sai de casa a língua fica na janela para espionar quem passa pela rua.” (Climério)

“Quem nasceu primeiro? Primeiro foi a galinha, depois o ovo cozido, mais tarde o ovo frito e por fim a omelete.” (Pócrates)

“Já lambi o chão. Estou melhorando, minha língua agora está pelas pernas da mesa.” (Climério)

“Se você passa o domingo todo pensando na segunda-feira é bom trocar de emprego.” (Filosofeno)

“Ame o feio se o bonito não te dá bola.” (Limão)

“A solidão quando se é imposta contribui para o conhecimento de si mesmo.” (Filosofeno)

CORREIO DA ZONA DO AGRIÃO - Aumento da gasolina depende de Lobão não escorregar no Mantega

...No paraíso, ao ver pela primeira vez Eva nuazinha, Adão não se conteve: correu atrás dela cantando “ai se eu te pego!” E foi aí que a cobra pegou a Eva.

“Você já percebeu que não existe aeromoça feia? A beleza delas serve para que medrosos como eu se distraiam.” (Climério)

Mico na árvore

Em palestra para candidatos do então PFL (atual DEM), o ex-ministro Gustavo Krause mostrou como político sofre. Prefeito de Recife, sua assessoria o levou a plantar pau Brasil no Dia da Árvore. O locutor, empolgado, encerrou a cerimônia assim:
- Ele agora vai plantar e depois colher seus frutos!
O pessoal está esperando até hoje.
Diário do Poder

Passe Livre?

Já se sabe que não existe almoço grátis, nem passe. Quem produz, quem não espera pelo estado é quem faz acontecer.Passe Livre é o carvalho, preço justo e bons serviços sim.
Condução e bandejão de graça só na penitenciária!

CORREIO DA CAPIVARA DELIRANTE- Dilma usa FMI em provocação a PSDB

Taí mais um exemplo da mediocridade da gerentona. Caladaaaaaaaaaaaaa! O roto falando do esfarrapado.
Magda que se cuide!

E não é?

O melhor do governo Dilma acontece nos feriados. Sem trabalho não há cagadas.

MARATONA ANUAL DOS BICHOS

O alvoroço era enorme no reino animal. Pois foi que Carla Lesma e Nina Tartaruga resolverem de última hora também participar da grande Maratona Anual dos Bichos. Nos arquibancadas a bicharada caçoava das duas; “ora, lesma e tartaruga correndo, só mesmo por aqui, que fiquem em casa!” Já o locutor do evento inflamava os participantes com falsas declarações dos oponentes, criando clima: Carla Lesma tirando sarro de Paulo Lebre; Nina Tartaruga falando mal das finas pernas do Saulo Guepardo; até mesmo seu Ernesto Elefante, tão sério, falando do pelo sujo de Marcelo Leão. Essas pequenas maledicências injetavam adrenalina dos competidores, um motivo a mais para vencer. O percurso seria de 10 quilômetros, sem parada para descanso. Pois lá estavam na pista os competidores: Lesma Veloz; Nina Tartaruga; Simão, bicho-preguiça manco; Saulo Guepardo; Paulo Lebre; Samira Coelho; Mônica Onça; Gazela de Thomson e Ernesto Elefante. Dada a largada, Saulo Guepardo saiu na frente como um raio, ladeada por Samira Coelho. Logo atrás vinham Mônica Onça e Gazela de Thompson. Ernesto Elefante pisou num espinho logo no primeiro quilômetro e saiu fora. O velho Simão desistiu nos primeiros metros; preferiu ficar na sombra que correr ao sol. Marcelo Leão manteve o ritmo e na metade do percurso já encostava nos primeiros colocados, mas ficou para trás, pois sua paixão, Nara Leão, estava por ali dando sopa. Parou para uns amassos, pois há tempos sonhava com isso. No oitavo Km o namorador Paulo Lebre encostou em Samira Coelho, louco pra tirar uma casquinha, quando levantou poeira na pista e um bólido turbinado passou por todos: era Nina Tartaruga levando nas costas Carla Lesma e gritando: "Só Red Bull te dá asas!" Para espanto de todos, chegaram em primeiro.


Seguidores

Arquivo do blog