sábado, 12 de abril de 2014

“Nunca fui chamado de bonitinho. O máximo que consegui foi ser chamado de ‘feinho’.” (Assombração)

Seguidores

Arquivo do blog