sábado, 5 de abril de 2014

Ria, isso só pode ocorrer um governo de esquerda.


E é apenas um interino

Eduardo Lopes, o ministro da pesca
Eduardo Lopes, o ministro da pesca
A burocracia brasileira é mestra em criar extravagâncias. Até na denominação dos cargos.
No mês passado, o Diário Oficial publicou a designação de um servidor para ser o interino do (respire fundo antes de prosseguir) Coordenador Geral da Coordenação Geral de Planejamento e Ordenamento da Aquicultura em Águas da União Marinhas, do Departamento de Planejamento e Ordenamento da Aquicultura em Águas da União, da Secretaria de Planejamento e Ordenamento da Aquicultura do Ministério da Pesca.
Por Lauro Jardim

Seguidores

Arquivo do blog