sexta-feira, 2 de maio de 2014

INSÔNIA

“Comecei a ser “eu” graças à insônia, a essa catástrofe que devo tudo, e que marcou tão profundamente minha juventude. Se percebi certas coisas neste mundo, é porque tive a sorte de não poder dormir…”(Emil Cioran)

Seguidores

Arquivo do blog