terça-feira, 20 de maio de 2014

Miniconto- A BARATA

A BARATA 
Roberto dormia nu enquanto uma barata passeava sobre o seu corpo. Ainda sonolento sentiu o toque de bicho nojento na sua pele e instintivamente mandou um tapa daqueles de vivente trocar de orelhas. Errou do bicho e acertou em cheio o próprio saco. Caiu da cama desmaiado de tanta dor. A barata ainda ria quando o corpo dele tombou sobre ela. Ploc! Ponto para o peludo com dor nos ovos.

Seguidores

Arquivo do blog