quarta-feira, 21 de maio de 2014

Miniconto-O ENTERRO DAS LÁGRIMAS

Todos os dias Dona Ofélia comparecia ao cemitério para chorar pelo falecido marido que desencanou faz 90 dias. Foram cinco décadas de feliz união, dizia ela. O falecido Romualdo Ferreti não pode ser consultado sobre o assunto, posto que já não opina sobre nada diante da sua situação,digamos, mortal. Pois eu dizia que Dona Ofélia comparecia ao cemitério todos os dias para chorar por ele, sim, comparecia. Deixou de ir. Pois foi que entre idas e vindas, entradas e retiradas,acabou se casando com o irmão do falecido na semana passada. E decidiu que não ficava bem para uma mulher casada ficar todos os dias chorando e lamentando a morte do cunhado.

Seguidores

Arquivo do blog