sábado, 24 de maio de 2014

Não renego as mulheres bonitas. Mas amo as feias, as magérrimas e as bolotinhas, afinal alguém precisa cuidar deste rebanho.

Seguidores

Arquivo do blog