sábado, 3 de maio de 2014

“Para rezar nunca fui de andar muito. Mas para namorar já gastei dúzias de ferraduras.” (Climério)

Seguidores

Arquivo do blog