quarta-feira, 7 de maio de 2014

PROFISSÃO PERIGO- Médicos se recusam a trabalhar no Complexo do Alemão

Uma semana após a invasão da UPA, quatro médicos, um técnico e um enfermeiro pediram demissão. Prefeitura tem dificuldade para repor profissionais no conjunto de favelas que o Estado considera "pacificado".

Seguidores

Arquivo do blog