sábado, 10 de maio de 2014

Sinto-me feliz quando posso fazer o bem.Como ateu não espero pelo paraíso, meu amor ao próximo é desinteressado.

Seguidores

Arquivo do blog