quarta-feira, 11 de junho de 2014

Lenin eternamente vivo

Rabinovitch envia um telegrama: "Moscou. Kremlin. Ao Lenin. Camarada Lenin, por favor, ajude um pobre judeu. Ass.: Rabinovitch". No dia seguinte Rabinovitch é chamado a depor:

-- O sr. enlouqueceu? Não sabe que Lenin morreu há muito tempo?

-- Pois é. Com vocês é sempre assim. Quando vocês precisam -- ele está "eternamente vivo". E quando um pobre judeu precisa - ele já morreu há tempos!

Seguidores

Arquivo do blog