segunda-feira, 2 de junho de 2014

Poeminha- Minha camisa de Nanzuque

MINHA CAMISA DE NANZUQUE

Foi numa tarde quente de sábado
Vesti minha camisa nova de nanzuque e saí à rua todo pachola
Parei na esquina para tomar sorvete
O sorvete derreteu depressa e manchou minha camisa de nanzuque
Voltei para casa
Fui ao tanque
Exagerei nos produtos de limpeza
E disse adeus à minha camisa de nanzuque.


Seguidores

Arquivo do blog